terça-feira, 26 de abril de 2011

De Volta ao Primeiro Amor

Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro: Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer. Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas. (Apocalipse 2:1-5)

O Que é o primeiro Amor? Não é simplesmente uma ordem cronológica ou numérica. É um momento de nossa vida cristã em que algumas características se manifestam em nós e através de nós. Nesse tempo nós somos totalmente dominados pelo Espírito Santo. É quando estamos no primeiro amor que mais fazemos para o Senhor e sua obra, é quando somos mais avivados e avivamos aos outros ao nosso redor. Nesse tempo de nossas vidas nós desenvolvemos mais o Amor.

Quais são essas características?
Amamos mais a Deus.
(queremos mais a sua presença em nós). Temos mais tempo para a oração; (oramos sem cessar, l Ts 5:17). É impressionante como tem crentes em Jesus que podem passar dias sem orar. Mas quando estamos no primeiro amor queremos em todos os momentos falar com aquele que amamos.
Não temos preguiça para ler a Bíblia. “O meu povo está sendo destruído porque lhe falta o conhecimento”. (Os 4:6). Este texto fala de uma época triste da história de Israel em que a nação estava sendo destruída porque o povo desconhecia a Deus, e pecavam por isso, porque os sacerdotes não os estavam ensinando a palavra como deviam. Hoje temos a bíblia ao alcance de todos e muitos estão sendo destruídos porque não lêem essa palavra maravilhosa, mas no primeiro amor lemos e nos alimentamos da Bíblia todos os dias.
Esforçamo-nos mais no Jejum. O jejum quebra a carne e fortalece o espírito, e só entende o poder e necessidade dele quem está no primeiro amor, no tempo do avivamento.
Adoramos a Deus com mais vontade. É difícil dizer isto, mas muitas pessoas têm preguiça de adorar a Deus nos cultos, ou muitos o fazem como que por uma obrigação. Quem está no primeiro amor ‘rasga’ o coração e O adora em espírito e em verdade.
Amamos mais a obra de Deus. (trabalhamos mais para o seu crescimento). Muitos deram a vida pelo evangelho de Cristo, pois O amavam profundamente, (Hb 11:32-38). Muitas pessoas não fazem quase nada pela obra do Senhor, o amor está frio e não conseguem se entregarem totalmente para o crescimento a igreja. Mas no primeiro amor nos dispomos, servimos sem querer nada em troca (alguém disse que servos estão em extinção dentro das igrejas), lideramos o que for preciso, e mais, dizimamos e ofertamos para o crescimento da obra. Davi ofertou porque amava, leia I Crônicas 29:2-3.

O que nos faz perder o primeiro Amor? Pecado. Quando pecamos e não nos arrependemos nos esfriamos e entramos em processo de morte.
Decepção. Decepcionamos-nos quando deixamos de olhar para Deus, pois Ele supre todas as nossas necessidades.
O secularismo. É quando me deixo envolver pelo corre-corre da vida. É quando deixo de agradar ao senhor para agradar a mim mesmo ou a outros. (2 Tm 2:4).

Como voltar ao primeiro amor?
Lembrar-me de onde caí.
Reconhecimento do erro, sem ele é impossível ser restaurado totalmente. Muitos hoje estão doentes dentro das igrejas porque jogam sobre os outros a culpa pelos seus próprios erros, culpam a outros por estarem frios para com Deus. Seja humilde e reconheça seu erro e pecado para que comece o agir de Deus em sua vida.
Arrepender-me. Confessar e decidir mudar, esse é o remédio de Deus contra o esfriamento do amor. Não há outro caminho.
Praticar as primeiras obras. O que você deixou de fazer e não faz mais? Ler a bíblia, pregar, liderar, cantar... Comece a fazer as coisas que um crente avivado faz e você em pouco tempo também estará avivado. O problema é que muitos esperam ‘sentir’ para fazer, é preciso ter atitude e o Senhor responderá a sua oração.

Só a sua vontade não faz muita coisa, mas se você decidir mudar e tiver uma prática em sua vida Deus estará respaldando a sua decisão e atitude e então milagres acontecerão!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua mensagem. Gostou? Tem alguma sugestão? Fique à vontade.

Postar um comentário